BolsonaroSaúdeSuperinteressante

Vacina contra HPV reduz lesões pré-cancerosas em até 51%, diz estudo

Imunização pode diminuir em até 83% o risco de contágio pelos dois tipos do vírus que mais causam cânceres, como o de colo de útero.

User Rating: 5 ( 1 votes)

A vacina contra o HPV (papilomavírus humano) reduz em até 51% as lesões pré-cancerosas causadas pelo vírus em adolescentes e 31% em mulheres de 20 a 24 anos. É o que revela um estudo conduzido por pesquisadores do Canadá, Estados Unidos, Austrália e Europa, publicado no período científico The Lancet na semana passada. Os cientistas analisaram uma base de 66 milhões de homens e mulheres com menos de 30 anos em 14 países ricos, onde a vacinação foi introduzida em 2007.

Segundo o relatório, “vacinas contra o papilomavírus humano (HPV) reduzem drasticamente as infecções, verrugas genitais e anais, além de lesões pré-cancerosas em mulheres”. Como pode levar muitos anos para uma infecção pelo HPV progredir para o câncer, o estudo foi o primeiro a medir lesões pré-cancerosas. Ainda é muito cedo para coletar taxas de cânceres completos, mas as lesões os predizem.

Dois tipos de HPV (16 e 18) respondem juntos por 70% dos casos de câncer causados pelo vírus. Onde a vacina foi aplicada, a incidência de contaminação por essas duas cepas caiu 83% em adolescentes e 66% em mulheres de 20 a 24 anos. Esses dois tipos também são responsáveis por até 90% dos casos de câncer de ânus, até 60% dos casos de câncer de vagina e até 50% dos casos de câncer vulvar, segundo o Ministério da Saúde.

Os cânceres de boca e de garganta são o sexto tipo no mundo, com 400 mil casos e 230 mil mortes ao ano. A incidência está fortemente relacionada ao HPV e à prática de sexo oral. Nos países pobres, o câncer de colo de útero é uma das principais causas de mortalidade feminina, com cerca de 300 mil óbitos por ano. A Organização Mundial da Saúde recomenda que todas as meninas entre 9 e 14 anos sejam vacinadas contra o HPV. No Brasil, o SUS oferece a vacinação gratuita também para os meninos.

Fonte: R7

‘‘Antes de clamarem, eu responderei; ainda não estarão falando, e eu os ouvirei.’’  Isaías 65:24 (para entender, clique aqui, assista o vídeo e se surpreenda).
Mostre mais

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fechar

Adblock Detectado

Considere nos apoiar desabilitando o bloqueador de anúncios