Na L.S.F Informática, você encontra manutenção preventiva e corretiva de computadores, vendas de produtos de limpeza (Vassouras, rodos, limpa teto, esfregão, cabos para vassouras, cloro em gel, detergente, água sanitária, desinfetante, sabão de coco, amaciante, sabão gel pastoso, veja, limpa alumínio, soda líquida, cera líquida, pano de chão, entre outras variedades) temos xerox, impressões, plastificações, recarga de celulares, vendas de acessórios para celulares e computadores, divulgação de publicidade volante, criação e vendas de sites e lojas virtuais e outras variedades.
BolsonaroFamíliasGovernoPais&FilhosSaúdeSuperinteressanteVale do Aço - MG

Prefeitura de Fabriciano investe R$ 1 milhão no Hospital Dr. José Maria Morais e vai reabrir maternidade em 2020

O Hospital Dr. José Maria Morais, reaberto em 2017 e mantido pela Prefeitura de Fabriciano, recebe investimento de R$ 1 milhão em obras e equipamentos e em breve, ganhará nova maternidade e obstetrícia.

O Hospital Dr. José Maria Morais, reaberto em 2017 e mantido pela Prefeitura de Fabriciano, recebe investimento de R$ 1 milhão em obras e equipamentos e em breve, ganhará nova maternidade e obstetrícia. A reforma, adequação e ampliação do espaço já iniciaram com objetivo de implantar o serviço, desativado há mais de uma década. A iniciativa vai por fim ao drama das mães fabricianenses assistidas pelo SUS que precisavam recorrer aos hospitais de cidades vizinhas para “dar luz” aos seus filhos.

“Hoje, a rede de saúde de Fabriciano oferece um pré-natal completo, inclusive com realização de 3 ultrassons durante a gestação. Em breve, as mães fabricianenses serão acolhidas na hora do parto com segurança, profissionalismo, humanidade e todo o suporte hospitalar necessário na sua cidade. A reabertura da maternidade e obstetrícia é um compromisso meu – como pai, médico e gestor – e com muito esforço e trabalho sério agora se torna realidade”, resumiu o prefeito Dr. Marcos Vinicius nesta quarta-feira, 3, em coletiva com a imprensa regional.

A nova maternidade contará com centro obstétrico com duas salas para partos, berçário, consultório ginecológico para as puérperas e recepção. Serão seis leitos de pré e pós-parto em duas enfermarias; uma sala de PPP (pré-parto, parto e puerpério – PPP) com banheira para realização de parto humanizado e individual, mais um leito de isolamento. A estrutura será suficiente para fazer até 250 partos/mês.

Após detalhar os investimentos, o prefeito Dr. Marcos Vinicius e presentes visitaram as obras em curso no HJMM. Além da maternidade, o projeto contempla adequações na recepção e construção de novo bloco cirúrgico, o que possibilitar a ampliação de 60 para 80 leitos hospitalares. Parte das melhorias já foi entregue, como a nova CME (Central de Materiais Esterilizados) com capacidade para esterilizar 100% do instrumental usado, com economia de tempo e dinheiro para o município.

Participaram da coletiva com imprensa, os secretários de Governança da Saúde, Ricardo Cacau, de Governança Urbana, Planejamento Meio, Douglas Prado e diretores do HJMM, Kátia Barbalho (Administrativo) e Dr. Élcio Daniel Antunes (Técnico).

NOVO BLOCO CIRÚRGICO

O HJMM também vai ganhar novo bloco cirúrgico com três salas: duas para cirurgias de grande porte com anestesia geral e um para cirurgias de bloqueio (intervenções menores), construído em conformidade com a RD 50/2002 da Anvisa, que regulamenta as normas para infraestrutura física de estabelecimentos de saúde.

O bloco cirúrgico funcionará no prédio anexo ao HJMM, com 1.350 m² de área construída que estava parado desde 2015. O local recebe melhorias e adequações na parte estrutural, inclusive para instalação de dois elevadores tipo maca. Com isso, o HJMM ampliará em 50% a capacidade instalada para realizar cirurgias de urgência e eletivas, atingindo a marca de cerca de 1.500 procedimentos por ano.

RECEPÇÃO HUMANIZADA

A reforma completa e humanização da entrada principal e recepção também está no pacote de obras. O local receberá acessibilidade, com rampas para cadeirantes e guarda-corpo de aço inox. Serão construídas duas novas salas: uma para coordenação e mais uma para triagem, garantindo mais agilidade no acolhimento e classificação do quadro de saúde do paciente.

Outra melhoria é a construção uma de entrada exclusiva para ambulâncias com pacientes em estado grave, com acesso independente e direto para o bloco de emergências. “Hoje, todos os pacientes – inclusive aqueles em estado grave e vítimas de traumas como fratura, cortes, bala de fogo – passam pela recepção junto aos demais que aguardam outros tipos de atendimento. Em resumo, todas as melhorias visam sempre à humanização e busca da excelência dos serviços prestados ao usuário”, completa a diretora do HJMM, Kátia Barbalho.

Via
Portal Diário do Aço
Fonte
Zug.net

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fechar