Na L.S.F Informática, você encontra manutenção preventiva e corretiva de computadores, vendas de produtos de limpeza (Vassouras, rodos, limpa teto, esfregão, cabos para vassouras, cloro em gel, detergente, água sanitária, desinfetante, sabão de coco, amaciante, sabão gel pastoso, veja, limpa alumínio, soda líquida, cera líquida, pano de chão, entre outras variedades) temos xerox, impressões, plastificações, recarga de celulares, vendas de acessórios para celulares e computadores, divulgação de publicidade volante, criação e vendas de sites e lojas virtuais e outras variedades.
BolsonaroCidadãoCoronavírusEmpresasSaúdeSuperinteressante

Combate aos álcoois irregulares: fique de olho

Entenda como identificar um produto regularizado e veja o que a Anvisa tem feito para coibir o mercado de álcoois irregulares, que põem em risco a saúde das pessoas.

Diante da pandemia do novo coronavírus, a Anvisa autorizou a comercialização do álcool líquido 70% GL, proibido no Brasil desde 2002 devido ao número de acidentes, e também a produção e a venda de álcool gel pelas farmácias de manipulação. As medidas visam a ampliação do acesso a produtos que auxiliam na prevenção à Covid-19. Paralelamente, a Agência vem intensificando as ações de fiscalização para coibir o comércio de produtos irregulares.

Desde o início do mês de abril, mais de dez produtos à base de álcool já tiveram a sua venda proibida ou suspensa, entre outras medidas de fiscalização sanitária, por descumprirem as normas. De acordo com o coordenador de Saneantes,  Webert Gonçalves de Santana, quem utiliza um produto irregular pode não obter a finalidade desejada. “Um produto irregular pode não ser eficaz, o que representa um grande problema na atual situação de emergência em saúde pública. Isso porque não há como saber, por exemplo, se a matéria-prima tem qualidade, se a formulação é adequada, se as embalagens foram devidamente higienizadas antes do envase, entre outros critérios.”

O Conselho Nacional de Combate à Pirataria e Delitos contra a Propriedade Intelectual (CNCP), o Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia (Inmetro) e a Anvisa alertam que o consumidor não deve adquirir álcool gel de fornecedores que não sejam supermercados, mercados e farmácias. Em caso de dúvidas, é importante ressaltar que todo produto aprovado pode ser checado aqui, no portal da Agência, em “Consulte produtos”.

Além da verificação on-line, o consumidor pode fazer uma avaliação rápida com o produto em mãos. Basta observar se a rotulagem apresenta, além do número de registro ou notificação, o nome da empresa, seu CNPJ, Autorização de Funcionamento na Anvisa, endereço, orientações de uso e cuidados com o produto. Essas são as características mais marcantes de um produto regular.

Álcool líquido – Em razão do grande número de acidentes com álcool líquido 70% GL, a Agência proibiu, em 2002, a comercialização do produto nessa forma física. Agora, diante da pandemia e considerando a necessidade de atender à crescente demanda, a Anvisa autorizou a venda em embalagens de até 1 litro. O produto, no entanto, deve ser utilizado com muito cuidado e precisa ficar fora do alcance das crianças devido ao risco de queimaduras e de ingestão.

O grande perigo do álcool líquido nessa concentração é o de pegar fogo. Seu uso deve ser feito longe de fontes de calor, bem como seu armazenamento,  devendo inclusive ser guardado ao abrigo do sol. Nessa forma física, o álcool se espalha com muita facilidade e, caso pegue fogo, o dano na pele costuma ser grande e profundo devido à rápida absorção. O tecido queimado, em geral, não volta ao normal, o que causa, além de dor, danos psicológicos.

Atenção! É recomendado o uso do álcool líquido 70% GL apenas na desinfecção das superfícies fixas e inanimadas.  Para higienização das mãos de adultos e crianças deve ser priorizada a lavagem com água e sabonete. Apenas quando isso não for possível é sugerida a utilização de preparações alcoólicas adquiridas em estabelecimentos regulares.

Fonte: Anvisa

‘‘Olhe sempre para a frente, mantenha o olhar fixo no que está adiante de você.’’  Provérbios 4:25 (para entender, clique aqui, assista ao vídeo e se surpreenda).
Fonte
Márcio Antoniassi

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fechar