Aqui tem ofertas tops todos os dias!
CidadãoCiênciasCientistasEstudosFamíliasFarmáciasMedicinaPais&FilhosPessoasSaúdeSociedadeSuperinteressanteTimóteoVale do Aço - MG

Depressão: combinar uso da quetamina a treinamento da autoestima pode resolver um grande problema em aberto

Um simples programa de computador para o treinamento neurocognitivo da autoestima pode prolongar os efeitos antidepressivos da quetamina por até 30 dias em pacientes com depressão resistente ao tratamento, sugere nova pesquisa.

O ensaio clínico randomizado duplo-cego foi o primeiro a avaliar o uso combinado de quetamina + um programa de computador seguro e barato que visa o ensino da autoestima, observaram os pesquisadores.

Eles acrescentaram que os achados são um passo importante para o tratamento crônico da depressão de milhões de pacientes que não melhoram com os medicamentos de primeira linha. “Um dos maiores desafios da psiquiatria e da psicologia é ver evidências de adesão e benefícios duradouros”, disse ao Medscape a primeira autora do estudo, Dra. Rebecca B. Price, Ph.D., professora associada de psiquiatria e psicologia na University of Pittsburgh nos Estados Unidos.

Depressão, Solidão, Homem, Humor, Pessoas, Doença

“Qualquer coisa que melhore o estado do paciente logo e o mantenha bem por algum tempo é algo realmente animador, além de ser uma total mudança de paradigma, considerando-se como as coisas vinham sendo feitas até agora”, disse a Dra. Rebecca. Os achados foram publicados on-line em 21 de setembro no periódico American Journal of Psychiatry.

Promoção da autoestima – Cerca de um terço dos pacientes com depressão permanecem resistentes ao tratamento mesmo após o uso de diferentes medicamentos, em diferentes doses e em diferentes combinações, pontuaram os pesquisadores. Já havia sido demonstrado que a quetamina e a esquetamina (uma formulação em spray nasal) melhoravam os sintomas de pacientes com depressão resistente. Embora os benefícios possam ser observados poucas horas após a administração, os efeitos geralmente diminuem algumas semanas depois.

A quetamina e a esquetamina devem ser administradas no contexto clínico, e os pacientes devem ser monitorados durante ao menos duas horas após a administração. A reaplicação desses medicamentos é cara e demanda tempo, por isso, pesquisadores vêm estudando maneiras de prolongar os efeitos sem a recorrer a doses adicionais. O estudo em tela combinou o uso da quetamina a um treinamento de autoassociação automatizado (ASAT, sigla do inglês automated self-association training) ativo, realizado em um computador, desenvolvido pelos pesquisadores. O programa utiliza palavras e imagens positivas para estimular uma boa autoimagem e autoestima.

O estudo incluiu 154 adultos com depressão unipolar refratária cujos sintomas persistiram após o uso de pelo menos dois medicamentos. Foram realizadas as seguintes intervenções: infusão endovenosa de 0,5 mg/kg de quetamina + ASAT ativo (n = 53), solução salina + ASAT ativo (n = 51) ou quetamina + ASAT simulado (n = 50).

O programa de computador exibia palavras como “doce”, “amável” e “valioso(a)” na tela, intercaladas por imagens de pessoas sorrindo e da foto do(a) próprio(a) paciente. Os participantes também foram solicitados a realizar algumas tarefas de rastreamento do mouse (clicar o mais rápido possível na posição dos estímulos) durante o uso do programa. O ASAT simulado foi semelhante, mas exibiu palavras e imagens neutras. Os participantes realizaram os treinamentos, tanto o simulado quanto o ativo, em sessões de 20 minutos, duas vezes ao dia, por quatro dias consecutivos.

Benefício evidente – Os resultados mostraram que a quetamina reduziu rápida e significativamente os escores de depressão: menos de 24 horas após a administração do medicamento (interação grupo por tempo com beta padronizado [β] de -1,30; intervalo de confiança [IC] de 95% de -1,89 a -0,70). Os escores de depressão do grupo que recebeu quetamina + ASAT ativo permaneceram baixos e estáveis durante 30 dias, em comparação com o grupo que recebeu a solução salina + ASAT ativo (β de -0,61; IC 95% de -0,95 a -0,28).

Os participantes que receberam quetamina + ASAT simulado apresentaram melhora dos sintomas imediatamente após a infusão, mas os sintomas recidivaram após algumas semanas. Embora já houvesse a expectativa de efeitos positivos associados ao uso do ASAT, “eu certamente não esperava algo tão evidente de forma tão rápida”, disse a Dra. Rebecca. Os pesquisadores estão avaliando se o ASAT pode ser aplicado remotamente de forma eficaz, e se os efeitos são igualmente positivos após o tratamento com a esquetamina.

Principal problema em aberto – Comentando os achados para o Medscape, o médico Dr. Gerard Sanacora, Ph.D., professor de psiquiatria e diretor do Yale Depression Research Program da Yale School of Medicine, EUA, disse que prolongar os efeitos da quetamina ou da esquetamina sem administrar doses adicionais é “provavelmente o principal problema em aberto em relação aos tratamentos com quetamina e esquetamina”.

Ele acrescentou que existem grandes pesos financeiros, de tempo e acesso à saúde associados ao tratamento da quetamina. “Tudo o que pudermos fazer para reduzir o número de aplicações necessárias ou aumentar a sustentabilidade/duração do efeito [da quetamina] trará um tremendo benefício”, disse o Dr. Gerard, que não participou da pesquisa. O acréscimo de uma abordagem terapêutica não farmacológica facilmente acessível ao tratamento com quetamina pode ser de grande valor, disse ele. Entretanto, ainda são necessárias mais pesquisas.

“Não tenho certeza se especificamente esse pensamento positivo [usado no estudo] foi realmente o componente essencial [dessa abordagem]. Acho que ainda há trabalho a ser feito nesse sentido. Mas de fato demonstra que podemos usar tratamentos não farmacológicos auxiliares/potencializadores para prolongar o efeito [da quetamina]”, disse o Dr. Gerard.

Leia o artigo anterior: Pastores louvam ao ganhar bicicletas, unico transporte para pregar em aldeias na africa.

Fonte
Blog Márcio Antoniassi
Tags

Artigos relacionados

Deixe um comentário

Jesus te ama! A mentalidade da carne é morte, mas a mentalidade do Espírito é vida e paz. Romanos 8:6
Fechar